Conheça a produção dos refrigerantes

Você já pensou quantas pessoas estão envolvidas na produção dos refrigerantes? No caso do guaraná, por exemplo, a mão de obra começa já na produção do fruto.

E tudo isso começou em 1905, quando o xarope do guaraná foi criado. A fruta, que é brasileira, surgiu na região de Maués, no estado do Amazonas.

Basicamente, o refrigerante de Guaraná é composto por:

  • água;
  • xarope de guaraná;
  • gás carbônico (CO2).

Produção dos refrigerantes de guaraná x cultivo da planta

A produção do fruto é realizada, principalmente, em Maués, cidade que fica a aproximadamente 270Km de Manaus, capital do Amazonas. Embora o fruto possa ser consumido in natura, o sabor não é agradável. Por isso, a produção é praticamente toda voltada para a industrialização.

A colheita do fruto é realizada entre os meses de Outubro e Fevereiro. Depois de colhidos, é feita a separação da polpa e semente. Em muitas propriedades, isso é realizado com os pés, algo semelhante ao que é feito na produção de vinhos.

Uma vez que a polpa tenha sido separada das sementes, as sementes são lavadas em tanque com água e separadas com uma peneira, que parece um cesto. A torra da semente é realizada na sequência, na propriedade rural.

Os grãos são colocados em sacas de 40kg e, depois disso, podem ficar armazenados por até 2 anos.

Processo industrial da produção do refrigerante de guaraná

As sementes torradas são moídas e usadas na produção de um extrato (muito concentrado). Todo esse processo é cuidadosamente acompanhado e o concentrado só é produzido se o extrato for avaliado pelo laboratório e for aprovado nos testes.

Esse extrato é misturado aos demais ingredientes para a produção do refrigerante. É nele que mora a fórmula que as indústrias não contam para ninguém, e que resultam no sabor único da bebida.

Já na fábrica de produção dos refrigerantes é feita a mistura com água e gás carbônico. Depois disso, a bebida é envasada, rotulada e colocada à venda.

Como é a linha de produção dos refrigerantes?

O processo básico da produção dos refrigerantes inicia-se no preparo do xarope. Para isso, o açúcar é dissolvido na água quente tratada. Depois disso, são adicionados conservantes, acidulantes, composto de guaraná e aroma. Com isso, é formado o xarope composto que está pronto para receber o gás.

Assim, a linha de produção dos refrigerantes segue as seguintes etapas:

  1. Captação de água;
  2. Filtração da água;
  3. Xaroparia/ preparação do xarope;
  4. Laboratório de controle de qualidade;
  5. Sopradora de embalagem;
  6. Linha de envase;
  7. Enchedora;
  8. Recravadeira (rosqueadeira);
  9. Rotuladora;
  10. Codificadora Ink Jet, para impressão do lote e da validade;
  11. Embaladora;
  12. Paletizadora.

Gostou? A refrigerantes Convenção está no mercado desde 1951, trazendo o melhor refrigerante para você! Experimente. Acompanhe a Convenção nas redes sociais: FacebookInstagram e LinkedIn.

Comentários
Mostrar Comentários

Ainda não temos nenhum comentário para este artigo.
Seja o primeiro utilizando o formulário abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *